2012 – team jrod 108 moto aspra

Azar para Jrod na final de Mx3

Mais azar para Joaquim Rodrigues

Depois de ter tido conhecimento da sua convocação para a equipa portuguesa para que irá estar presente no Motocross das Nações a ser disputado em Franciacorta, em Itália, Joaquim Rodrigues aprofundou o seu treino com o intuito de aprimorar a sua preparação para esta prova sendo que a deslocação a Villars sous Ecot, em França, local onde se disputou a última prova do Campeonato do Mundo de MX3 iria servir para medir forças com alguns dos adversários que estarão presentes nos Jogos Olímpicos do Motocross.
A deslocação foi feita em conjunto com o seu colega de equipa Hugo Santos que também tripulou uma Aprilia MXV.
Os treinos cronometrados começaram da melhor forma com Joaquim Rodrigues a efectuar o quinto melhor registo na pista francesa a pouco mais de 1s do primeiro classificado, o francês Xavier Boog, evidenciando uma confiança acrescida na sua máquina e no espectacular traçado da pista francesa.
Contudo o azar iria bater à porta de Rodrigues que iria sofrer uma lesão num pé logo na volta de aquecimento não se sabendo, até ao momento, qual a extensão e gravidade da mesma. As dores sofridas por Joaquim Rodrigues não permitiram alinhar nas duas mangas da prova francesa como forma de acautelar a sua condição física.
Pelo seu lado Hugo Santos realizou uma boa jornada francesa concluindo a primeira manga num expressivo 9º lugar enquanto que a segunda manga iria ser concluída no 14º posto.

“Vim para esta prova bastante confiante com o trabalho que efectuei em casa, não obstante ter sofrido uma otite na passada semana que me levou ao hospital de urgência. Com o bom treino que tinha senti-me bastante rápido e por isso acho que durante os treinos surpreendi alguns dos meus adversários com a minha rapidez.
Quando estava a alinhar para a primeira manga na volta de aquecimento dei um toque com o pé e tive logo imensas dores. Pensei que o correcto seria não alinhar nas corridas de forma a não agravar mais a minha situação em termos físicos.
Na terça-feira irei visitar o meu médico, o Dr. Rodrigues, que irá avaliar a extensão da minha lesão e que irá verificar se existem, ou não, fracturas. Ontem tinha bastantes dores, mas hoje já me sinto bastante melhor o que deixa antever um desfecho positivo para esta situação.
Em relação à minha convocação para o Motocross das Nações, só posso dizer que sinto bastante honrado com o convite feito pela Federação de Motociclismo de Portugal e, se tiver o OK do meu médico, será a minha nona participação na selecção nacional algo que sempre fiz com muito orgulho em toda a minha carreira como desportista profissional. Irei ser suportado pela equipa oficial da Aprilia que irá disponibilizar motos 100% de fábrica num evento, em que Portugal irá ter uma oportunidade, legítima, de estar colocado entre as melhores nações do mundo no desporto do motocross. ”

imagem da noticia

Reply